Associação dos Atrativos
Turísticos de Bonito e Região
faça uma busca no site:
SERRA DA BODOQUENA

Serra da Bodoquena - entre o planalto e a planície

Um pequena área situada acima do pantanal e abaixo da Serra de Maracajú, no sudoeste do Mato Grosso do Sul, conhecida como Serra da Bodoquena, que na verdade é um platô, abriga diferentes biomas como Mata Atlântica e o Cerrado.  Estão inseridos neste contexto os municípios de Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Caracol, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Nioaque e Porto Murtinho, contabilizando mais de 97 mil pessoas que vivem nessa região de 40 mil km² (IBGE 2012). A maior parte dos municípios tem como base na sua economia a pecuária de corte, agricultura, comércio e prestadores de serviços. O turismo vem se destacando nos últimos anos, principalmente no município de Bonito, onde 45 % dos empregos diretos gerados provêm deste segmento (SecTur/Bonito-MS 2013). O Produto Interno Bruto (PIB) da região gira em torno de R$ 1,5 bilhões (IBGE 2010).

A miscigenação cultural provêm da ocupação indígena que ficou inalterada até a chegada dos primeiros colonizadores não índios que começou a se intensificar depois de 1870 com o término da Guerra do Paraguai. O império viu a necessidade de ocupar o oeste brasileiro para evitar novas invasões. Assim, do sul vieram os gaúchos, ainda com a sua raiz forte na cultura européia. Na região se desenvolveu uma mistura entre europeus, índios e negros também. Pois estes encontraram na região refúgio após a abolição da escravidão, que ocorria mais ao norte, na região de Cuiabá, devido a exploração do ouro e a cana de açúcar. Porém a Serra da Bodoquena chama muita atenção pela sua composição geológica.

A milhares de anos um antigo mar, rico em sedimentos calcários, originou uma das paisagens mais belas do mundo. Este calcário serve como filtro natural e é o principal fator pela cristalidade das águas da Serra da Bodoquena. Pesquisas realizadas por técnicos da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), constataram turbidez 0,01 em algumas nascentes da região. A procura destas águas vieram visitantes de todo mundo, que também encontraram um mundo de cavernas, como a Gruta do Lago Azul em Bonito, tombada pelo  Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1978. Alguns destes visitantes acabaram se fixando, incrementando ainda mais o perfil dos moradores da região, direcionando a vocação para o turismo à região. Neste ano de 2013, Bonito e a Serra da Bodoquena, foram eleitos pela 13ª vez seguido pelos leitores de uma revista especializada do segmento turístico, como melhor destino de ecoturismo do Brasil, devido o exemplo de organização.

No ano de 2000, foi criado o Parque Nacional da Serra da Bodoquena (PNSBd), que engloba os municípios de Bodoquena, Bonito, Jardim e Porto Murtinho e abrange uma área de 77 mil ha. A criação deste foi possível devido a região ser a maior extensão de mata atlântica de Mato Grosso do Sul. O objetivo do PNSBd é a conservação da sua biodiversidade. E a principal estratégia para que isso aconteça é fazer uso público através do ecoturismo em algumas áreas do parque.

Thomas Hümmrich

publicidade
RECEBA NOSSA NEWSLETTER
Cadastre seu e-mail e receba nosso newsletter
ATRATUR NO FACEBOOK
Associação dos Atrativos
Turísticos de Bonito e Região
REDES SOCIAIS
CONTATO
Rua 24 de Fevereiro, 1507
CEP 79290-000
Bonito/MS
+55 67 3255-2245
atratur@atrativosbonito.com.br
Copyright @ 2012 - ATRATUR - Todos os direitos reservados